podcast

Como submeter o seu podcast no Spotify e iTunes?

No artigo O que é Podcast, defini simplificadamente que é um programa de rádio disponibilizado na internet via RSS feed. Pois bem, diferente do youtube em que basta ter uma conta para subir um vídeo sem maiores dificuldades, no podcast precisamos primeiramente hospedá-lo em um servidor na web e à partir disso gerar o tal do RSS feed. Mas afinal, o que é isso?

“RSS é um formato de distribuição de informações em tempo real pela internet que utiliza um subconjunto de “dialetos” XML (uma linguagem de marcação vastamente utilizada na web) que servem para agregar conteúdo e podem ser acessados mediante programas ou sites agregadores. É usado principalmente em sites de notícias e blogs, para informar sobre novas postagens.”
Fonte: https://g.co/kgs/pw9tik

Bom, ainda está confuso? Tudo bem! No início eu também fiquei para entender essas novas expressões que um profissional de áudio geralmente não está acostumado a ver no seu dia a dia de trabalho, mas vou tentar simplificar um pouco mais, pois é importante que você entenda bem essa etapa. Veja a imagem abaixo de um RSS feed gerado à partir de informações que adicionei no soundcloud, que para quem não conhece, é um site para hospedagem de arquivos de áudio.

Há quem consiga criar tudo isso manualmente, o que não é nada de outro mundo para um profissional que trabalha com programação em nível básico ou até para quem deseja entender a estrutura de um arquivo XML e como formatá-lo, mas felizmente também existem sites que criam esse conjunto de “códigos” automaticamente, baseando-se nas informações que nós fornecemos para eles. Na prática, eles são apenas interfaces para facilitar o trabalho, mas no final o arquivo RSS (XML) gerado, será o mesmo. Um dos serviços mais utilizados para hospedagem de Podcasts é o SoundCloud, e no seu plano gratuito, podemos subir até 3 horas de áudio. Dessa forma, dependendo da duração dos seus episódios, pode ser um excelente ponto de partida para começar as suas experiências. Outras opções pagas, mas bem práticas são o libsyn e blubrry, mas é evidente que vocês poderão encontrar muitos outros sites que oferecem serviço de hospedagem, além é claro da possibilidade de você ter o seu próprio site/servidor web e gerenciar as atualizações do feed sem depender do serviço de terceiros.

Basicamente o que o RSS feed faz é carregar todas as informações do seu podcast. Sabe quando você sobe um vídeo no youtube, adiciona texto no título, descrição, foto de capa, etc? Pois bem, é mais ou menos assim, porém essas informações já estarão contidas no arquivo de texto gerado à partir do RSS feed.

Depois que você tem o seu podcast hospedado e o RSS feed gerado tudo fica mais fácil, basta criar gratuitamente uma conta no Spotify e/ou iTunes, copiar o link do RSS feed e colar no campo de submissão de cada uma das plataformas. Por essa razão elas são consideradas agregadoras, pois na realidade o seu arquivo de áudio não é carregado diretamente de seus servidores, mas sim associados ao local no qual você hospedou.

Depois de gerar o seu RSS feed, uma dica que eu dou para certificar-se de que está tudo certo (ou então encontrar um possível problema), é utilizar esse Validador online.
Basta copiar e colar o link do seu feed e esperar pela análise.

Por fim, deixo um vídeo tutorial do passo a passo que realizei através do SoundCloud para submeter o meu podcast de teste nas plataformas mencionadas acima e como eu corrigi os erros encontrados através do validador.

Qual Microfone escolher para gravar Podcast?

Em outros artigos disponíveis aqui no blog falei sobre os tipos mais comuns de microfones que encontramos no mercado, que são: Dinâmico, Condensador e Fita

Além da característica de transdução, ou seja, de receber uma pressão sonora e converter em energia elétrica equivalente, temos também microfones que funcionam via cabo XLR e que, portanto, necessitam de placa de som para converter o som analógico para digital e alguns microfones que já possuem essa tecnologia interna e funcionam via cabo USB.

Afinal, qual microfone escolher para gravar um podcast? Nesse vídeo fiz alguns testes comparativos e dei algumas dicas para você que ainda está indeciso(a).

Além de escolher o microfone, existem dois fatores que ajudam a tirar um som muito melhor deles, que são: direcionalidade, ou seja, escolher o melhor ângulo que o microfone ficará e efeito proximidade, que é a distância para a fonte sonora. Com esses dois simples passos você conseguirá melhorar o timbre e nível de sinal x ruído. Veja aqui: