Quer ser um roteirista de sucesso? 9 dicas que ajudarão você

Um bom roteiro serve para uma grande diversidade de trabalhos no campo audiovisual, desde jogos até longas-metragens. Apesar de ser uma função gratificante — uma vez que você consiga emplacar seu trabalho em boas produções —, esse caminho é também cheio de desafios. Assim, os segredos de como ser roteirista envolvem tanto aspectos técnicos, como comportamentais.

Basicamente, a preparação deve focar desde cursos e motivação até o consumo de produtos da indústria do entretenimento. Ainda assim, não existe uma receita pronta: você é quem precisa encontrar um ritmo de escrita e a sua própria forma de contar boas histórias.

Se você deseja investir nessa carreira, acompanhe as nossas 09 dicas essenciais para se tornar um roteirista de qualidade!

1. Treine a escrita

Adquira o hábito de escrever com frequência: esse é um dos principais fatores que levam a bons roteiros. Aqui, o essencial não é escrever rápido ou extremamente bem de primeira — é praticar todos os dias, ainda que a maior parte das suas criações não possa ser produzida num futuro próximo.

A maioria dos profissionais que já escrevem roteiros aconselham a separar algumas horas por dia para se dedicar à escrita, porque é nesse momento que todas as possíveis dúvidas, os erros e os acertos sobre a história contada costumam aparecer.

É importante também que, durante o seu trabalho de criação, você se desconecte por algum tempo de distrações, por mais difícil que seja. Isso vai aumentar o seu poder de concentração e melhorar a sua capacidade de desenvolver ideias.

Encare o todo o processo como um constante aprendizado: quanto mais você buscar aperfeiçoar suas ideias, maior será sua autoconfiança e maiores serão as chances dos roteiros agradarem a você mesmo e às pessoas certas.

2. Invente histórias com realismo

Procure observar as formas de construir uma boa narrativa e elabore sempre histórias para cada um de seus personagens — afinal, é com eles que o público deve se identificar. Então, ainda que sua história seja de ficção, dê a eles problemas corriqueiros, pensamentos, humores e reações realistas.

Todo esse plano de fundo é o que dá profundidade às histórias e faz com que sejam cada vez mais interessantes para os leitores e espectadores.

Atente-se também para a cronologia: afinal, toda história tem começo, meio e fim. Certifique-se de que cada acontecimento dentro da sua narrativa corresponda à fase correta, ainda que tenha planejado contar sua história em vários livros, filmes ou temporadas.

3. Anote suas ideias

Nunca se sabe quando a inspiração pode vir e apenas pessoas de memória extremamente privilegiada não esquecem nenhuma ideia. Então, por via das dúvidas, esteja sempre preparado com um bloco de anotações, um caderno ou o seu smartphone à mão para anotar suas ideias a qualquer momento, em qualquer lugar.

Uma frase interessante, um personagem novo, uma expressão cômica. Tudo pode virar um tema ou uma característica da sua história.

4. Consuma entretenimento

Isso pode soar como uma rotina meio relapsa, mas consumir livros, séries, filmes, animações, curtas e outros materiais audiovisuais é uma das tarefas mais essenciais da atividade do roteirista, talvez até mais do que os cursos e materiais teóricos.

Quanto mais você consome produtos criativos, mais a sua imaginação será estimulada a contar e criar histórias novas. Mas lembre-se: quanto mais você ler, melhor vai escrever. Nenhum filme ou série, por melhor que seja, é capaz de substituir o papel da leitura.

5. Faça networking

Uma rede de contatos ampla pode ser a diferença entre seu roteiro na gaveta ou nas telonas. Crie um blog, envie roteiros ou produções suas para participar de concursos, festivais e eventos de cinema. Como os longas são mais complicados, comece com curtas, documentários ou vídeos para um canal no YouTube e depois aumente o grau de complexidade.

Essas práticas têm grandes chances de ser a sua porta de entrada para a indústria e podem funcionar como um portfólio de trabalho muito interessante.

6. Tenha interesse por vários temas

Conheça obras sobre história, biografias, psicologia. Veja jornais, leia livros, revistas e outros roteiros que você normalmente não leria. Aproveite o excesso de informação com a qual somos bombardeados diariamente e retire dali os seus personagens, o plano de fundo de cada um deles e o contexto da sua história.

A participação em eventos como oficinas de escrita, encontros e congressos sobre cinema também funcionam como uma forma interessante de renovar as ideias.

7. Persista

O trabalho de um roteirista, por vezes, é solitário e complicado, visto que o entretenimento é um campo de atuação muito competitivo. Portanto, não se entristeça se os resultados demorarem a surgir. Procure sempre se manter atualizado em conhecimentos sobre a área e em contato com pessoas que possam ajudar na sua empreitada.

Além disso, varie o foco: roteiristas podem escrever não apenas para cinema, mas também para TV, teatro, rádio e agências de publicidade. Cada tipo tem suas particularidades e é interessante que você tente quantas áreas puder, antes de escolher a que mais gosta para se especializar.

8. Invista em cursos

Por meio de uma graduação em cinema ou em cursos livres, você pode aperfeiçoar a parte técnica da profissão: os formatos de roteiro, estruturação do texto, as etapas da produção nas quais há participação do roteirista, as influências da indústria que você pode usar em seu trabalho, dentre várias outras descobertas incríveis.

Se você deseja aprender sobre roteiro para cinema, num curso rápido e dinâmico, o TreinaWeb oferece um treinamento excelente sobre roteiro para curtas-metragens. No entanto, não se esqueça: o conhecimento teórico — apesar de essencial — é apenas uma base. A sua imaginação depende de estímulos criativos constantes para gerar coisas novas.

09. Procure um estágio

Estágios são uma das melhores formas de começar uma carreira, ainda que seja, a princípio, para fazer trabalhos apenas assistenciais ou que pareçam completamente desconectados com a função que você almeja.

No entanto, essas experiências farão toda a diferença no seu entendimento sobre timing, tempo de ação, diálogos e outros assuntos técnicos que acabam por tomar forma em momentos de edição e pós-produção, mas que podem ser decisivos para que você produza bem desde o começo.

Em paralelo, mantenha projetos diversificados e deixe em aberto a possibilidade de executar alguns trabalhos como freelancer — além de ser uma modalidade de trabalho muito em alta, ser freelancer pode garantir ainda mais contatos e um dinheiro extra no fim do mês!

Descobrir como ser roteirista não é fácil, tampouco depende apenas da sua habilidade com a escrita. Há muitos outros fatores envolvidos: administrar o tempo, as técnicas, a carreira, os contatos, motivação e muito trabalho. A TreinaWeb oferece cursos de roteiro, edição, produção e muito mais. Entre em contato conosco e ajudaremos a encontrar o curso perfeito para você!

Deixe seu comentário

JUNTE-SE A MAIS DE 50.000 PROFISSIONAIS DE AUDIOVISUAL