Áudio e Vídeo

7 ferramentas que todo editor de vídeo precisa conhecer

Listamos as 7 ferramentas para ajudar você na edição de vídeo, o melhor sobre softwares, hardwares e até alguns hacks que vão facilitar o seu trabalho.

mais de 4 anos atrás

Para ser um bom profissional de audiovisual você precisa não só de muito conhecimento, mas também de boas ferramentas — sejam elas softwares ou hardwares — que podem tornar o seu trabalho ainda melhor. Dentre tantas ferramentas para editores de vídeo que estão disponíveis no mercado, nem sempre é fácil saber quais são necessárias, especialmente se você ainda está começando.

Por isso, neste post, listamos as 7 ótimas ferramentas que você precisa conhecer para ajudar você na edição de vídeo. Você vai descobrir o melhor sobre softwares, hardwares e até alguns hacks que vão facilitar o seu trabalho. Todos eles funcionam em Mac e Windows — para você escolher o sistema que mais te agrada.

Quer saber quais são essas ferramentas? Então continue acompanhando!

Adobe Premiere Pro CC - Gerenciamento de Projetos e Configurações
Curso Adobe Premiere Pro CC - Gerenciamento de Projetos e Configurações
Conhecer o curso

1. Plural Eyes

Desenvolvido pela Red Giant Software, o Plural Eyes revolucionou o processo edição de vídeos de eventos. Com apenas um clique, o programa faz, em alguns segundos, o que anteriormente se levava dias para fazer.

O software sincroniza e organiza os vídeos e áudios gravados de diferentes câmeras ou dispositivos utilizados durante uma gravação. Outros editores conseguem apenas sincronizar partes do vídeo gravado, e não assimilam as tomadas que vêm na sequência. Assim, o processo precisava ser feito manualmente, vídeo por vídeo e áudio por áudio — o que acabava tomando um grande tempo na pós-produção.

Com a versão mais recente do Plural Eyes, você apenas arrasta os arquivos para dentro do software, aperta um botão e espera pela sincronização. O software é ideal para a pós-produção de vídeos de eventos, já que contam com horas de filmagens de diferentes câmeras e gravadores de áudio ou para qualquer gravação que tenha sido feita por vários ângulos.

O Plural Eyes entrega a melhor velocidade e a maior qualidade na sincronização de áudio e vídeo. Ou seja, é um software indispensável na lista de ferramentas para editores de vídeo.

2. Frame.io

O Frame.io surgiu com o propósito de otimizar o processo de revisão e aprovação de vídeos, cujo destaque é facilitar a colaboração entre as equipes envolvidas no projeto. O site é uma espécie de mural interativo, no qual o editor faz upload dos vídeos que precisam ser avaliados.

O cliente não só pode visualizar os vídeos no mural, mas também fazer marcações e comentários com as alterações sugeridas. Dentro da plataforma existem algumas ferramentas que permitem apontar ou circular, no vídeo, exatamente o que deseja que seja alterado. É possível, ainda, acrescentar uma nota a um frame específico. As notas e comentários aparecem, posteriormente, dentro do software de edição se o plugin de sincronia do Frame.io for utilizado.

Com as alterações feitas, basta fazer o upload da nova versão do vídeo dentro do Frame.io. Assim, é possível comparar as duas versões — o que permite a conferência das alterações. O site também disponibiliza o download do vídeo, desde que autorizado pelo editor.

A grande vantagem do Frame.io é facilitar o processo de colaboração nos projetos audiovisuais. Utilizando o site, você consegue otimizar o trabalho e concentrar todas as informações sobre o projeto em um mesmo local. Isso diminui muito o tempo desperdiçado nos processos de aprovação e alteração das peças, não é mesmo?

3. G Suite

Você deve estar se perguntando o que o Google faz em uma lista de ferramentas para editores de vídeo. E a resposta é: muitas das soluções ofertadas pelo Google são excelentes formas de você se organizar. E dentre os inúmeros produtos do Google, destacam-se o Drive, os Documentos, a Agenda e o Keep.

O Drive permite não só a criação de documentos e planilhas, mas também o compartilhamento de diversos arquivos. Com o Google Agenda, você pode anotar compromissos e prazos e ainda receber notificações no celular ou no computador, a fim de não se esquecer de seus compromissos.

O Keep é um bloco de notas, essencial para anotar aquelas ideias que surgem nos momentos em que você não está trabalhando. Como são sincronizadas com a sua conta Google, elas podem ser facilmente acessadas de qualquer lugar.

Estas são apenas algumas das ferramentas do Google, mas você pode utilizar vários outros produtos para auxiliar o seu dia a dia no trabalho. Um exemplo são os Hangouts, que são ideais para reuniões com clientes. O principal benefício de utilizar as ferramentas do Google é ter tudo facilmente integrado em uma única conta.

4. HandBrake

O HandBrake é um software de código aberto e multitarefa, que está em nossa lista por ser o melhor conversor gratuito de codecs para otimização web disponível no mercado. Ele permite a conversão de vários tipos de codec (códigos utilizados para escrever um determinado arquivo) e é muito fácil de utilizar.

Com a disseminação de vídeos na internet, a principal utilização do HandBrake é converter para um formato amigável para o online — o h264. Normalmente os processos de conversão de arquivos para web acabam eliminando informações e simplificam o algoritmo dos arquivos para poder compactá-los, o que acaba reduzindo a qualidade da imagem, porém o HandBrake consegue fazer esse processo com melhor qualidade de imagem e menos peso que softwares de edição, como Media Encoder ou DaVinci Resolve.

Além de ser gratuito, o principal benefício do HandBrake é que ele gera arquivos h264 com uma relação entre qualidade e peso que nenhum outro software do mercado consegue. Por isso, ele merece um destaque em nossa lista de ferramentas para editores de vídeo!

5. DaVinci Resolve

O DaVinci Resolve é um software completo, que trabalha na edição de vídeo, áudio e cor. Seu ponto forte é a colorização, sendo a opção mais comum inclusive em produções cinematográficas para finalização de cor dos filmes. Ele é gratuito em sua maior parte, no entanto algumas das suas ferramentas são pagas.

Além de ferramentas incríveis para tratamento de cor, o software também permite edição vídeos, com multicâmera e dinâmica, mixagem de áudio pela sua página fairlight entre inúmeras outras funções. Não é a toa que sua última versão, o Da Vinci Resolve 14, venceu o prêmio de melhor software no NAB Award de 2017. Para explorar bem todas as funcionalidades do software, vale investir em um curso de edição completo do Da Vinci Resolve. Senão, com certeza você perderá algumas das maravilhas que o programa oferece.

DaVinci Resolve Fairlight - Edição de áudio
Curso DaVinci Resolve Fairlight - Edição de áudio
Conhecer o curso

6. Backups

Este item da nossa lista não é exatamente um software e ou um hardware. É mais uma rotina para você que trabalha com audiovisual.

Tenha o costume de sempre guardar uma cópia em back-up de todo material bruto que receber da produtora, ou que produzir. Além disso, durante o processo de edição, guarde cópias de seus projeto em armazenamentos de nuvem, assim sempre terá uma cópia de segurança de todos os arquivos brutos em um HD externo, além de uma cópia online da versão mais recente do projeto. E se acontecer uma fatalidade, é possível remontar seu projeto em outra máquina e começar de onde parou.

Mantenha backups constantes do material mesmo após finalizar um trabalho, guarde os arquivos para reutilizar caso seja necessário, especialmente em projetos de clientes que solicitam alterações recorrentes.

Para executar essa rotina de backups é necessário ter muito espaço de HD disponível, de preferência diversos HD para melhor organização dos projetos e ter maior segurança. Precaução nunca é demais, não é?

7. Um bom hardware

Além de todas as ferramentas já citadas aqui, um bom hardware é fundamental para o trabalho de um editor de vídeos. Afinal, não adianta trabalhar com as melhores ferramentas em uma máquina que não suporta os softwares ou que não processa com a velocidade desejada.

Para uma fluidez do trabalho audiovisual, recomenda-se HDs com muito espaço disponível, e que sejam velozes, um SSD para o sistema operacional é um grande diferencial. Além disso, a placa de vídeo deve ser de pelo menos 1GB e memória RAM que dê velocidade para o hardware para que os programas não fiquem travando durante a sua execução.

É preciso investir em todas as peças que compõem uma ilha de edição. Tenha um bom monitor, bem calibrado e que entregue um retorno realista da imagem e das cores (REC 709). E não se esqueça de caixas de som de qualidade. Afinal, é importante conferir o áudio de sua edição, concorda?

Uma boa máquina é essencial para não comprometer a qualidade de seu trabalho por falta de infraestrutura adequada. Não economize se pretende crescer nesta área!

Por fim, nosso último conselho para você que trabalha (ou que deseja se inserir) neste mercado é investir em cursos. Não basta ter todas as ferramentas disponíveis se você não sabe como utilizá-las. Há excelentes opções de cursos online, que você pode fazer em qualquer hora e lugar. Não tem mais desculpa para não se profissionalizar!

Se você gostou das nossas indicações de ferramentas para editores de vídeo, assine nossa newsletter e receba diretamente em seu e-mail outros conteúdos interessantes sobre o mercado audiovisual. Aposto que você vai gostar!

Introdução  à trilha sonora
Curso Introdução à trilha sonora
Conhecer o curso

Autor(a) do artigo

Bruno Baltarejo
Bruno Baltarejo

Coordenador de audiovisual. Trabalho com edição e pós produção. Adobe Certified Instructor em After Effects, Premiere, Illustrator, Lightroom, Photoshop, Video Specialist.

Todos os artigos

Artigos relacionados Ver todos