Áudio e Vídeo Carreira

5 técnicas que todo editor de vídeo deveria saber

mais de 2 anos atrás

Você sabe como fazer para seus vídeos terem técnicas legais e importantes como o speed ramping e textos animados no Adobe Premiere?

O Adobe Premiere é uma parte impressionante e grandiosa do trabalho de alguns editores no que se refere ao software de edição e que, de certa forma pode até assustar quem está chegando agora e usando o programa pela primeira vez, e mesmo quem já conhece bem a ferramenta acaba deixando uma ou outra funcionalidade de fora, que poderia e muito ajudar sua produção final.

O pessoal do canal SonduckFilm separou cinco dicas fáceis sobre a ferramenta que todo editor de vídeo deveria conhecer — e usar — e você pode assistir o vídeo logo aqui em baixo. (Não esquece: o vídeo tem legendas disponíveis ;)

Speed Ramping

O Speed Ramping é um método de alterar a velocidade de uma parte do vídeo que você está trabalhando. Provavelmente você já viu essa técnica em um daqueles vídeos de moda, quando a modelo faz uma das poses, ou ainda naquela cesta incrível que o Patrick McCaw fez na final da NBA. Ela fala sobre usar o Time Remapping para determinar dois pontos dentro do clime que permitirão que você altere a velocidade dessa porção de vídeo que você selecionou.

Animando o texto do título

Para animar textos do vídeo em si não sugere que você use as ferramentas de animação diretamente sobre o texto, mas sim que você prefira a tab de Efeitos e a ferramenta de Transformação. Quando você opta por essa configuração seu texto fica mais fácil de você conseguir o controle do motion blur do texto que está sendo animado, principalmente ao conseguir determinar um ângulo do obturador para o mesmo.

Outra dica é configurar a keyframe interpolation, que também vai suavizar bastante a animação do seu texto.

Mas e se você quiser trabalhar com um texto claro em um fundo brilhante e “quente”?

Compondo um texto claro em imagens brilhantes

Agora, se você quiser um texto que fique claro num fundo que também é claro, a dica do pessoal do SonfuckFilm é fácil e pode ser feita bem rapidinho: é só você abaixar a opacidade do fundo do seu vídeo e, talvez, colocar um efeito um tanto blur nele. O vídeo ficará um tanto mais escuro e com pouco menos de definição, mas será o cenário perfeito para colocar seu texto com cores mais claras.

Criando um zoom digital mais suave

Se você estiver fazendo um take mais fixo em algo ou alguém e que você queira adicionar uma ideia de movimento sem ter que mudar tudo, você pode usar os keyframes (principalmente os que são para posição e escala) para criar um zoom digital em algum ponto do vídeo — mais um motivo pra gravar em alta resolução ;)

Determinar o seu próprio ângulo do obturador, como foi feito para animar o texto, vai te ajudar a criar um zoom “melhor”, principalmente por criar um blur natural.

Entendendo a exposição com o Lumetri

O vídeo termina com uma rápida passada pela correção de cor e color grading, especialmente por meio do uso do Lumetri Scopes dentro do Premiere Pro.

O Lumetri Scopes permite que você veja a waveform — uma representação em formato de onda — da saturação e exposição do seu vídeo ou quais partes do seu vídeo podem estar mais ou menos claras ou subexpostas. É uma big ferramenta para quando você quer manter certa consistência de cor durante mais de um take dentro de uma peça um tanto maior.

A dica do SonduckFilm é que geralmente você deixe a waveform da luz sempre abaixo do level 100 e acima do 0, e para pele esse valor deve ser de aproximadamente 70.

Usar essas dicas pode dar um toque a mais no vídeo que você está trabalhando, seja dando um toque mais de naturalidade, ou mesmo corrigindo alguns detalhes que podem criar destaque naquilo que você está fazendo. Claro que muitas outras dicas podem ser dadas e um editor precisa estar sempre ligado naquilo que pode ser feito para dinamizar e potencializar seu trabalho. O Adobe Premiere é uma ferramenta muito completa e cheia de recursos muito interessantes: há sempre algo a aprender, seja você iniciante ou um usuário já de longa data.

Fonte: No Film School

Autor(a) do artigo

João Leite
João Leite

Escritor e redator, formado em Rádio e Televisão pelo Complexo FIAM-FAAM, apaixonado por literatura e observador míope do espaço sideral.

Todos os artigos

Artigos relacionados Ver todos