Áudio e Vídeo Cinema

Filmes para conhecer o cinema de François Truffaut

Listamos alguns filmes dirigidos pelo cineasta francês François Truffaut para quem quer conhecer o seu cinema.

3 meses atrás

Você já ouviu falar de François Truffaut mas nunca teve a oportunidade de assistir algum de seus filmes? Preparamos uma lista que vai te ajudar a conhecer o trabalho do cineasta francês a partir de seus principais filmes.

Truffaut, acima de tudo, era um apaixonado pelo cinema - um cinéfilo. Com 16 anos, fundou seu próprio cineclube e aos 19 já escrevia para a revista Cahiers du Cinéma. Ao lado de Jean-Luc Godard, Éric Rohmer, Claude Chabrol e Jacques Rivette, seu trabalho como crítico e cineasta foi essencial para o desenvolvimento da Nouvelle Vague.


Os Incompreendidos (1959)

A história de Antoine, um garoto de 14 anos que se rebela contra o autoritarismo da escola e o desprezo dos pais. Rejeitado, ele passa a faltar nas aulas para frequentar cinemas ou brincar com os amigos. Consequentemente, ele vivenciará descobertas por vezes traumáticas e cometerá delitos em busca de atenção.

Com caráter autobiográfico e dedicado a um dos mais influentes teóricos do cinema - André Bazin, que foi quase um pai para o diretor -, Truffaut conquistou com essa produção o prêmio de Melhor Direção no Festival de Cannes de 1959, além de indicações ao Oscar e ao BAFTA. Muitos consideram esse um dos precursores da nova onda do cinema francês - a Nouvelle Vague.

Acompanhamos ainda a história de Antoine por mais quatro filmes dirigidos pelo diretor: Antoine e Colette (1962), Beijos Proibidos (1968), Domicílio Conjugal (1970) e O Amor em Fuga (1979). Os Incompreendidos e Beijos Proibidos estão disponíveis no Telecine, enquanto Antoine e Colette e Domicílio Conjugal estão disponíveis no Mubi.


A Noite Americana (1973)

Um dos filmes que melhor representam as loucuras que se passam em um set de filmagem. Um ator que fica deprimido porque sua noiva sai com um dublê, uma atriz que se entregou às bebidas e não consegue lembrar das suas falas e muitas outras confusões, que o diretor deve fazer de tudo para contornar, até filmarem uma das cenas mais importantes do filme: a que o dia deve ser transformado em noite artificialmente. Uma homenagem brilhante de um cinéfilo, Truffaut, à indústria do cinema.

No filme, o próprio Truffaut interpreta Ferrand, um cineasta que está produzindo um filme chamado Je vous présente Pamela, e podemos esquecer a imagem do diretor que tem controle absoluto do que está em cena. Temos imprevistos como a gravidez de uma atriz que pode prejudicar o calendário da produção, uma cena que depende da “atuação” de um gato - que insiste em não desempenhar seu papel no filme… Além disso, fica clara a importância de toda a equipe no set de filmagem para que o filme saia conforme o planejado.

Confira A Noite Americana no Youtube.


Jules e Jim - Uma Mulher Para Dois (1962)

No final do século XIX, Jules e Jim são dois amigos que se apaixonam pela mesma moça, Catherine, mas ela acaba se casando com Jules. Porém, depois da Primeira Guerra Mundial, quando eles se reencontram na Alemanha, Catherine passa a amar Jim.

Você pode assistir Jules e Jim no Telecine.


Bônus

Além de desempenhar brilhantemente seu trabalho de diretor, Truffaut teve um importante papel na realização de uma dos mais célebres livros da história do cinema: Hitchcock/Truffaut. Em 1962, os cineastas combinaram a realização de uma séries de entrevistas, em que, durante oito dias, em uma sala dos estúdios da Universal, em Los Angeles, Hitchcock falaria sobre o processo de concepção de seus filmes. O encontro foi sugestão de Truffaut, que tinha o desejo de escrever um livro sobre o mestre do suspense.

Além do livro, em 2015 esse encontro originou um documentário, com trechos dos áudios originais captados pelo gravador de Truffaut e entrevistas com diretores contemporâneos, como David Fincher, Martin Scorsese e Wes Anderson, que revelam a importância do livro em seus estudos sobre o cinema. O documentário está disponível no Globoplay e você pode conferir outros detalhes dessa conversa no nosso post As entrevistas de Hitchcock com Truffaut.


Sentiu falta de algum outro filme de François Truffaut em nossa lista? Qual é o seu favorito? Deixe sua sugestão e opinião aqui nos comentários, ou em nossas redes - Facebook e Instagram.

Autor(a) do artigo

Rafael Alessandro
Rafael Alessandro

Professor, coordenador e produtor de conteúdo no AvMakers. Rafael Alessandro é formado em Comunicação, graduando em Cinema e Audiovisual e mestrando em Cinema e Artes do Vídeo pela Faculdade de Artes do Paraná.

Todos os artigos

Artigos relacionados Ver todos