Áudio e Vídeo Cinema

40 cineastas LGBTQIA+ indicam filmes queers que marcaram suas vidas

De Gus Van Sant a Bruce LaBruce, confira quais foram os filmes queers mais marcantes para 40 diretores LGBTQIA+.

3 meses atrás

O cinema sempre enfrentou problemas de representação - brancos utilizando blackface para interpretar negros, mulheres constantemente apresentadas como personagens indefesas… E com a comunidade LGBTQIA+ não foi diferente. Desde o arquétipo do gay afeminado (sissy), passando pela censura do Código Hays, levou muito tempo para que um Novo Cinema Queer emergisse, trazendo uma maior diversidade de personagens e narrativas para o cinema.

No início de 2020, a Huffpost conversou com 40 cineastas hollywoodianos da comunidade LGBTQIA+ e perguntou qual foi o primeiro filme queer pelo qual eles se apaixonaram. Abaixo você confere essa lista completa, com os links das plataformas onde você pode encontrar cada um deles (se disponíveis).


  • Gus Van Sant - Pink Flamingos;

  • Jill Soloway - Working Girls;

  • Bill Condon - Bonnie and Clyde (disponível no Youtube);

  • Jamie Babbit - Heavenly Creatures;

  • Steven Canals - The Color Purple (disponível no GloboPlay, Youtube e Google Play);

Em 1906, numa pequena cidade da Georgia, sul dos Estados Unidos, a quase adolescente Celie, violentada pelo próprio pai, torna-se mãe de duas crianças. Separada imediatamente dos filhos, Celie (a triunfante estreia no cinema de Whoopi Goldberg) é doada a Mister (Danny Glover), que a trata como companheira e escrava ao mesmo tempo. Muito da brutalidade de Mister, vem da sua própria dor, da paixão ardente que alimenta pela sensual cantora de Blues Shug Avery (Margareth Avery). Cada vez mais calada e solitária, Celie passa a compartilhar sua tristeza em cartas. Primeiro a Deus, depois a irmã Nettie, missionária na África. Mas quando Shug, aliada a forte Sofia (Oprah Winfrey), Esposa de Harpo (William Pug) - filho de Mister - entram definitivamente em sua vida, ela começa a revelar seu espírito brilhante, ganhando consciência do próprio valor e das possibilidades que o mundo lhe oferece.

  • Kyle Patrick Alvarez - The Talented Mr. Ripley;

  • Kimberly Peirce - 8 1/2 (disponível no Telecine);

  • Adam Shankman - Longtime Companion;

  • Liz Feldman - When Night Is Falling;

  • Charles Rogers - Addams Family Values (disponível no Amazon Prime, Telecine, Youtube e Google Play);

  • Andrew Haigh - Beautiful Thing;

  • Justin Simien - The Wiz (disponível no Youtube e Google Play);

  • Andrew Fleming - That Certain Summer, Cabaret, Cruising e After Hours (disponível no Youtube e Google Play);

  • Dustin Lance Black - My Own Private Idaho (disponível no Youtube e Google Play);

Mike (River Phoenix) e Scott (Keanu Reeves) são dois jovens garotos de programa que moram nas ruas de Portland, Oregon. Os dois fazem parte de um grupo de libidinosos excluídos sociais, que se juntam num prédio condenado para fazer tumulto e se venderem a quem esteja disposto a pagar por eles. Apesar de ambos serem insatisfeitos e perturbados, os dois garotos têm a personalidade bem diferente: Scott é rebelde e se prostitui para humilhar sua família, já Mike é um sonhador, um rapaz gentil que está apaixonado pelo seu melhor amigo, e quer encontrar a mãe. Juntos os dois se metem em diversas encrencas em viagens que vão do Idaho até a Itália para encontrar a mãe de Mike.

  • Nisha Ganatra - Henry & June e Heavenly Creatures;

  • Jeffrey Schwarz - The Boys in the Band;

  • Paris Barclay - Midnight Cowboy;

  • Rose Troche - All That Jazz (disponível no Amazon Prime);

  • Craig Johnson - This Boy’s Life (disponível no Amazon Prime e Telecine);

  • Alice Wu - Tootsie (disponível no Youtube e Google Play);

  • Matt Tyrnauer - The Conformist;

  • Darren Stein - The Rocky Horror Picture Show (disponível no Telecine);

Durante uma tempestade, fura o pneu do carro do jovem casal Brad e Janet (Susan Sarandon). Procurando abrigo, eles acham uma misteriosa mansão. Logo eles descobrem que ela é residência do dr. Frank-N-Furter (Tim Curry), um excêntrico cientista que naquele dia revela Rocky, sua mais recente criação para lhe dar prazer.

  • Wash Westmoreland - My Beautiful Laundrette;

  • Daniel Karslake - Another Country;

  • John Krokidas - Body Double;

  • Jason Moore - Maurice;

  • Rhys Ernst - Velvet Goldmine;

  • Michael Lannan - Superstar: The Karen Carpenter Story;

  • Rebecca Sugar - Revolutionary Girl Utena: The Movie;

  • Stephen Cone - Philadelphia (disponível no Youtube e Google Play), The Object of My Affection (disponível no Telecine), Torch Song Trilogy e Beautiful Thing;

Andrew Beckett (Tom Hanks) é um promissor advogado que trabalha para um tradicional escritório da Filadélfia. Após descobrirem que ele é portador do vírus da AIDS, Andrew é demitido da empresa. Ele contrata os serviços de Joe Miller (Denzel Washington), um advogado negro que é homofóbico. Durante o julgamento, este homem é forçado a encarar seus próprios medos e preconceitos.

  • Tommy O’Haver - Making Love;

  • Marja-Lewis Ryan - Fried Green Tomatoes (disponível no Youtube e Google Play);

  • Stephen Dunn - Buffy the Vampire Slayer;

  • Yance Ford - The Facts of Life;

  • Joshua Safran - Longtime Companion;

  • Katja Blichfeld - High Art;

  • Michael Mayer - Todo o catálogo de Judy Garland;

  • Ryan White - The Real World e The Times of Harvey Milk;

  • Sarah Gertrude Shapiro- The Incredibly True Adventure of Two Girls in Love;

  • Bruce LaBruce - That Cold Day in the Park.


E você? Tem algum preferido dentre os filmes citados? Sentiu falta de algum clássico do cinema queer? Conta pra gente aqui nos comentários, ou em nossas redes - Facebook e Instagram.

Autor(a) do artigo

Rafael Alessandro
Rafael Alessandro

Professor, coordenador e produtor de conteúdo no AvMakers. Rafael Alessandro é formado em Comunicação, graduando em Cinema e Audiovisual e mestrando em Cinema e Artes do Vídeo pela Faculdade de Artes do Paraná.

Todos os artigos

Artigos relacionados Ver todos