Cinema

Mostra online e gratuita exibe 39 filmes paulistas independentes

Confira a programação da 4ª edição da Mostra Sesc de Cinema Paulista, que acontece de 13 a 26 de janeiro de modo online e gratuito.

7 dias atrás

Entre os dias 13 e 26 de janeiro, o Sesc São Paulo realizará de modo online a 4ª edição da Mostra Sesc de Cinema Paulista. Neste ano, serão exibidas 39 produções - sendo 8 longas e 31 curtas-metragens - selecionadas pelo CineSesc.

A mostra tem o objetivo de incentivar e promover a produção cinematográfica nacional independente. Assim, estarão em exibição filmes que não chegariam ao circuito comercial de exibição. Ao todo, a mostra recebeu 420 inscrições.

Entre as produções selecionadas nesta edição do evento, estão ficções e documentários que abordam temas como identidade de gênero e diversidade sexual, protagonismo feminino, desigualdades sociais, resistências políticas frente às opressões socioeconômicas, crimes ambientais e os desafios para superar as injustiças sociais intensificadas durante a pandemia do Covid-19.

Todos os filmes são produções recentes que foram dirigidas por realizadores do estado de São Paulo, destacando-se três produções que homenageiam figuras importantes da cultura brasileira, como a escritora Adelaide Carraro, uma das mais lidas no Brasil durante os anos 1960 e 1970, o maestro, professor, musicólogo e compositor José Siqueira de Lima, e o bailarino e coreógrafo Marcos Abranches:

Adelaide Aqui Não Há Segunda Vez Para o Erro

Quem foi Adelaide Carraro? Por que me desvendar é uma tarefa árdua? Tive mais de 5 milhões de livros vendidos? Uma das mais lidas no Brasil entre os anos 60 e 70? Perseguida, acusada de sensacionalista, pornográfica e autora de uma subliteratura? Onde estão meus rastros?

Toada Para José Siqueira

Toada para José Siqueira é um resgate poético da vida e obra do maestro, professor, musicólogo e compositor brasileiro José Siqueira. Fundador das principais orquestras brasileiras, dentre elas a Orquestra Sinfônica Brasileira, Siqueira fez parte da 3a. geração nacionalista de compositores brasileiros que tinham o folclore como fonte de inspiração e enfatizou em sua obra as raízes nordestinas. Um artista e líder da classe musical que mostrou ao mundo a força e a diversidade da cultura brasileira e que segue desconhecido em seu próprio país após ter sua história apagada pela ditadura militar brasileira.

O Artista e a Força do Pensamento

Marcos Abranches é coreógrafo e dançarino portador de “Coreoatetose”, deficiência física rara decorrente de uma lesão cerebral. Não é uma doença e sim um estado patológico que se manifesta a partir de movimentos involuntários, intermitentes e irregulares da face e dos membros. É importante saber que o profissional possui inteligência normal e, utiliza da própria deficiência como referência de estudo para a construção de sua linguagem artística corporal, sendo o único coreógrafo brasileiro com paralisia cerebral a propor um estudo sobre dança contemporânea.

Você pode conferir a programação completa e ter acesso aos filmes no site: sescsp.org.br/mostrasescdecinema

Autor(a) do artigo

Rafael Alessandro
Rafael Alessandro

Professor, coordenador e produtor de conteúdo no AvMakers. Rafael Alessandro é formado em Comunicação, graduando em Cinema e Audiovisual e mestrando em Cinema e Artes do Vídeo pela Faculdade de Artes do Paraná.

Todos os artigos

Artigos relacionados Ver todos