Fotografia

Fotografia para e-commerce: 10 dicas para você produzir boas imagens

Se você gostaria de ampliar o seu e-commerce, ou deseja começar o seu próprio empreendimento, confira estas 10 dicas de fotografia para arrasar nas vendas!

mais de 4 anos atrás

Nos últimos anos, no Brasil, houve um aumento substancial na quantidade de lojas virtuais, especialmente devido aos tempos de crise. A popularização das redes sociais facilitou ainda mais a divulgação. Mas para atrair os consumidores e realizar vendas, é preciso expor os produtos da melhor maneira possível: é aí que entra a especialidade de fotografia para e-commerce.

As fotos precisam combinar com o produto, além de serem esteticamente atrativas. Se for um produto tecnológico, por exemplo, a imagem pode ser bem clara e limpa; caso sejam roupas, pode optar por texturas de fundo mais rústicas ou aconchegantes, por exemplo.

Se você já tem compradores fidelizados e gostaria de ampliar o seu negócio, ou se deseja começar o seu próprio empreendimento, confira estas 10 dicas de fotografia para arrasar nas vendas!

1. Comece com uma boa câmera

Caso o seu orçamento permita, o mais indicado é utilizar uma câmera profissional, do tipo Digital Single Lens Reflex (DSLR) ou Miroless profissionais ou semi-profissionais. Apesar do custo mais elevado, é nelas que encontramos os maiores benefícios, pois fornecem domínio completo da exposição fotográfica permitindo maior controle criativo.

Uma alternativa às câmeras profissionais é a própria câmera dos smartphones que, a cada ano, se tornam mais avançadas em resolução e opções de configuração. Além disso, se a sua loja virtual é utiliza as redes sociais — como o Facebook — há uma série de aplicativos para smartphones e tablets que garantem a qualidade da produção.

2. Prepare o ambiente

São necessários certos cuidados com o local onde as fotos serão feitas. Dentro de casa ou em um estúdio, limpe bem as superfícies e mantenha o local sem circulação de pessoas. Se as fotos serão feitas ao ar livre, além da limpeza do local, verifique se existem pessoas, animais ou outros elementos que possam interferir.

É possível montar miniestúdios fotográficos com caixas e apoios cobertos com tecidos ou papéis de cor branca, preferencialmente sem divisões visuais. Essas condições simulam o fundo infinito, que explicaremos mais à frente.

Procure armazenar bem os seus produtos enquanto não são fotografados, para que não ocorram quedas, manchas ou sujeiras.

3. Atente-se para a iluminação

Uma ótima opção é o uso de luz natural, por ser extremamente rica e a que melhor reproduz as cores nas fotografias. Mas, se os dias estiverem nublados, ou se o local utilizado não receber iluminação natural suficiente, não se preocupe! Você pode fazer excelentes imagens usando luz artificial.

Nesse caso, é preciso que você consiga duas ou três boas fontes de luz branca, de preferência na temperatura de cor branca neutra, 6500k, para que se aproxime o máximo possível da luz do sol e que possuam um bom índice IRC. Posicione essas fontes nas duas diagonais frontais ao objeto, para evitar a formação de sombras indesejadas.

Evite usar o flash da câmera: ele produz sombras muito acentuadas. Na maioria dos produtos, essa dramaticidade na iluminação é indesejada, no entanto, depende do efeito que você deseja criar.

4. Utilize boa resolução

Uma boa resolução nas fotos é importante, porque impede que os detalhes dos seus produtos se percam, especialmente quando o consumidor ativar a função zoom nas imagens.

Além disso, normalmente, os aplicativos de redes sociais ou de comunicação depreciam levemente a resolução da imagem, por isso esse é mais um cuidado para garantir a qualidade das suas postagens.

5. Mantenha a estabilidade do equipamento

Quando se trata de fotos comerciais, é importante que as imagens atinjam o maior nível de perfeição possível. Desse modo, para evitar que as fotos saiam com borrões e para garantir que os cliques sejam feitos a partir dos mesmos ângulos exatos, utilize um tripé ou outra superfície plana fixa para apoiar a câmera.

Para minimizar ainda mais os movimentos ou vibrações do equipamento, pode usar a função timer da câmera ou acionar o clique via controle remoto.

No caso de smartphones e tablets, procure apoiá-los em superfícies e objetos de boa estabilidade, para evitar escorregões e quedas dos equipamentos.

6. Use vários tipos de fundo

O mais utilizado para produtos é o chamado fundo infinito. Geralmente é de cor branca, mas também pode ser feito com cinza ou preto. É o tipo de fundo ideal para se ter no kit, além de ser mais simples de compor permite o foco exclusivo no objeto fotografado e nos seus detalhes, oferecendo uma melhor compreensão das suas texturas e cores.

Também é interessante utilizar outros cenários, que devem ir de acordo com a função do produto exibido, para levar aquele objeto à realidade do consumidor. Os exemplos são muitos: para utensílios tecnológicos, por exemplo, é interessante que o produto esteja em conjunto com um posto de trabalho ou em um ambiente no qual poderá ser utilizado.

No caso de roupas e acessórios pessoais, é interessante fotografar os objetos sobre superfícies estofadas, tapetes, em fundos amadeirados ou em conjunto com acessórios que sirvam para finalidades parecidas.

7. Fotografe os detalhes

Utilize a função zoom óptico e diminua a profundidade de campo da imagem para fotografar detalhes de dimensões reduzidas. Em câmeras DSLR, essa configuração é representada geralmente por uma tulipa, que otimiza a qualidade de objetos fotografados a curtas distâncias, destacando o primeiro plano e borrando o segundo plano.

Essa opção parece uma simulação: é como se o próprio consumidor estivesse observando de perto o produto em questão e traz ótimo resultados para fotografia para e-commerce.

8. Elabore um padrão

O seu padrão de fotografias deve incluir, além dos ângulos básicos como os frontais, os laterais e os posteriores, as imagens do interior dos produtos e outros ângulos interessantes que mostrem os detalhes aos clientes. É interessante também investir na humanização, ou seja, demonstrar pessoas utilizando os produtos — desde que o foco seja o produto, e não os modelos.

Caso ainda esteja no início, você pode trabalhar com um total de 5 a 6 fotos por produto: por exemplo, de 1 a 3 imagens de fundo infinito e mais 2 ou 3 em cenários variados.

Padronizar os tamanhos das fotos é muito importante, pois permite que o seu site ou rede social fique visualmente mais compreensível e fácil de manusear.

9. Seja criativo

O uso intenso das redes sociais, atualmente, permite uma variação incrível nas formas de exibir os produtos. Portanto, use esses recursos com inteligência: faça vídeos demonstrando o uso, animações que demonstrem as várias cores disponíveis, defina temas, abuse dos belos cenários da região onde você mora.

Sempre varie a estratégia: a sua loja terá o tempo todo um ar de inovação. Crie hashtags, uma localização, ainda que virtual, para o seu negócio, além de uma identidade visual característica.

10. Invista na pós-produção

É uma das partes mais importantes da fotografia para e-commerce. Seja por meio de softwares específicos para edição de imagens — como o Lightroom ou o Photoshop — ou com aplicativos de tablets e smartphones. O tratamento final de imagem serve para ajustar as fotos em certos detalhes que a câmera não foi capaz de captar, como variações de cor ou luz.

Atenção: evite usar os filtros automáticos desses programas ou aplicativos, afinal, quase sempre o seu público vai perceber a existência deles na imagem e isso pode prejudicar muito a credibilidade da sua loja.

Caso você não seja familiarizado com esse tipo de programa, existem diversos cursos que podem ajudar você a desenvolver melhor habilidades nessa área. Além disso, existem várias empresas especializadas em tratamento de imagens para e-commerce, que podem desempenhar essa função de acordo com o que você precisa.

Fotografia é, acima de tudo, uma questão de treinamento. Conforme você encontra o seu modo preferido de trabalhar e os ângulos e cenários que mais valorizam o seu produto, a atividade torna-se cada vez mais fácil e prazerosa.

Aproveite estas dicas para incrementar ainda mais a sua loja ou para pôr em prática o desejo de começar o seu próprio negócio. Se quiser aprender ainda mais sobre fotografia digital assista o curso completo no nosso portal.

Caso a fotografia para e-commerce seja uma das muitas formas de manifestar a sua paixão pelas fotos, leita o seguinte texto sobre 6 fotógrafos de sucesso que você deveria conhecer, cujos trabalhos nacionais e internacionais vão te inspirar ainda mais a despertar sensações por meio das fotografias!

Autor(a) do artigo

Bruno Baltarejo
Bruno Baltarejo

Coordenador de audiovisual. Trabalho com edição e pós produção. Adobe Certified Instructor em After Effects, Premiere, Illustrator, Lightroom, Photoshop, Video Specialist.

Todos os artigos

Artigos relacionados Ver todos