Como dividir o seu roteiro

Uma das partes mais importantes da pré-produção é a elaboração do roteiro. Hoje separamos dicas de como fazer uma divisão ainda mais eficaz do seu roteiro

A gente já falou aqui do quão importante é o formato do seu roteiro para sua produção: ele permite previsão de tempo, estipula as ações que vão ocorrer dentro de set, além de dar uma visão geral do que está em cena.

Mas hoje a gente vai mostrar algumas formas de dividir esse roteiro, de maneira que ele possa ser ainda mais útil dentro do processo produtivo da sua obra audiovisual.

Ao dividir o seu roteiro, você ajuda cada parte da equipe de produção a saber o que cada cena em questão influencia dentro da sua área, fazendo com que cada elemento que é necessário para que ela ocorra esteja esquematizado tudo em tabelas ou listas que tornem tudo menos suscetível a erros.

Cinema - Roteiro de ficção para curta-metragem
Curso de Cinema - Roteiro de ficção para curta-metragem
CONHEÇA O CURSO

Dá pra fazer à mão? Com toda certeza, mas por que deixar de utilizar a tecnologia que está aí para te ajudar. Aplicativos como StudioBinder, por exemplo, estão aí para te auxiliar a alinhar tudo o que é necessário para o momento em que as gravações começarem.

Divisão de cenas

O primeiro passo para um roteiro que é eficaz é ter uma divisão de cenas bem clara e objetiva. Isso normalmente é feito por meio dos cabeçalhos que a gente já citou no artigo passado.

Por mais denso que seja seu roteiro e por mais densas que possam ser suas cenas, é interessante que você divida cada página em oito partes. Esse tipo de organização permite que você consiga estimar com maior precisão ainda quanto tempo tem cada página e, mais, quanto tempo tem cada cena, dentro da obra — como cada página tem aproximadamente um minuto, a divisão por 8 dá ainda mais precisão.

O StudioBinder, um desses aplicativos para confecção e montagem de roteiros faz esse tipo de formatação automaticamente. Quando você acessa a área da divisão, você pode notar que todo o seu roteiro já está separado e medido no modelo dos oitavos.

Isole os elementos da produção

Ainda que para você, quem escreve, o roteiro seja já uma peça e toda a ideia esteja muito bem visível, para as outras partes da produção ainda se trata de um pedaço de papel ou arquivo digital com muitas letras. Você vai precisar dizer o que é o que está dentro do seu roteiro.

Personagens que estão em cada cena, figurino, objetos de cena, efeitos especiais, entre outras coisas, são itens que precisam ser bem delimitados para que cada um deles possa ser verificado com certa antecedência na produção do filme ou gravação que está conduzindo.

No StudioBinder essa separação pode ser feita através de um “tagging”, isto é, da distribuição de atribuições para cada coisa dentro do roteiro, sendo determinado a partir de objeto de cena, figurino, efeitos especiais, maquiagem, câmera ou outras coisas.

Cada item é colorido de maneira diferente para que você não se confunda e tenha maior exatidão para poder saber o que será utilizado em cada cena.

Crie resumos de cena

Uma vez que você já isolou todos os elementos que são necessários dentro das suas cenas, você pode colocá-los em um resumo de cena, mais curto, no qual a verificação de cada item fica um pouco mais fácil, principalmente porque ela fica categorizada dentro de uma lista e de um grupo desses elementos.

Cinema - Roteiro de ficção para curta-metragem
Curso de Cinema - Roteiro de ficção para curta-metragem
CONHEÇA O CURSO

Quando você termina esses resumos de cena, o documento que você tem é uma listagem muito mais rápida do que cada cena vai precisar. É um jeito eficiente de gestão de recursos e pessoas que ajuda não só a direção a saber o que vai acontecer, mas também permitirá todo o planejamento de logística, pessoal e equipamento necessário para tornar aquela obra algo mais concreto.

No caso do StudioBinder, esse passo também é automatizado. Você pode acessar com facilidade esses resumos, bem como imprimir relatórios como os elementos que você separou, além de preparar pequenos esquemas que mostram qual é a equipe que será utilizada, bem como qual é o casting que será necessário para a execução daquela cena.

Mais do que determinar a narrativa daquilo que vai ser gravado, o roteiro é um passo essencial para que qualquer produção em termos de organização: é só a partir de uma divisão bem feita dele que todo o planejamento estratégico de organização do set e filmagens pode ser feito. Pode ser o diferencial para produzir conteúdo de qualidade com um orçamento bastante limitado — o que ocorre na maior parte dos casos.

Deixe seu comentário
Share

Escritor e redator, formado em Rádio e Televisão pelo Complexo FIAM-FAAM, apaixonado por literatura e observador míope do espaço sideral.