Áudio e Vídeo Fotografia Color Grading

Arquivos RAWs, vantagens, desvantagens e dicas de uso

mais de 2 anos atrás

Raw, ou traduzindo ao português “cru”, é o nome genérico para arquivos de imagens digitais que contém a totalidade de informações da imagem captadas pelo sensor, e que contém o mínimo de pós processamento em câmera.

O objetivo deste tipo de arquivo é preservar o máximo de qualidade da imagem que o sensor de uma câmera possa capturar ao transformar essas informações a um arquivo digital. Estes arquivos geralmente não possuem compressão com perda de informação, ou quando possuem são perdas mínimas.

Esse arquivo funciona semelhante a um negativo fotográfico, que retêm as informações registradas. Porém, esse arquivo ainda não está pronto para exibição, pois necessita de uma revelação, onde será escolhido quais informações deste arquivo serão utilizadas ao converter para o formato final utilizado em uma mídia.

Por exemplo, no caso de uma foto RAW que será exibida na internet, essa imagem será “revelada” em algum software como o Adobe Camera Raw ou Lightroom, e convertida para o formato JPG 8bits com o espaço de cor sRGB, ao fazer isso será delimitado quais informações serão utilizadas e como.

Revelação no ACR com destaque a exportação em sRGB 8bits

Em vídeo é muito semelhante, se fosse publicar no Youtube, por exemplo você poderia utilizar o vídeo em RAW e trata-lo dentro de softwares como o DaVinci Resolve e posteriormente exportar para um vídeo 8bits h264 com espaço de cor REC 709.

Painel de revelação RAW no DaVinci Resolve

A grande vantagem do arquivo RAW é a capacidade de retenção de dados, e com isso uma maior flexibilidade no tratamento, podem realizar reparos muito mais abrangentes do que com arquivos já comprimidos.

Porém sua grande desvantagem é o peso do arquivo, por geralmente não sofrer compressões ele irá ocupar muito mais espaço que um arquivo comum, além da necessidade de computadores com mais desempenho durante a sua revelação.

Para fotografia essa desvantagem pode não ser muito relevante, mas em vídeos é um impacto muito grande, alguns formatos podem chegar a mais de 500mb por segundo de vídeo. Por isso, para vídeos é comum encontrar formatos com leve compressão, mesmo se tratando de RAW, como é o caso do codec Braw disponível em câmeras da BlackMagic.

Taxa de Compressão Braw vs bit-rate

Porém, mesmo com essas compressões ainda temos a flexibilidade de tratamento dos arquivos RAW e um arquivo muito superior aos tradicionais comprimidos por câmeras DSLR e Mirrorless. Então, em produções de menor orçamento, opte por um RAW comprimido, além disso, para facilitar a edição utilize sistema de Proxy, que permite a edição de arquivos pesados, mesmo em computadores modestos.

Autor(a) do artigo

Bruno Baltarejo
Bruno Baltarejo

Coordenador de audiovisual. Trabalho com edição e pós produção. Adobe Certified Instructor em After Effects, Premiere, Illustrator, Lightroom, Photoshop, Video Specialist.

Todos os artigos

Artigos relacionados Ver todos